Music For The Masses

Esses dias alguém comentou algo sobre EnjoyLive (minha banda), fazendo referência ao nome da música do Depeche Mode, Enjoy the Silence. Desde que surgimos e o Marcos (guitarrista) deu a idéia de colocar este nome na banda, que a princípio era só Enjoy, escutamos e lemos este tipo de comparação ou o que pensam que foi nossa inspiração.

Ontem estava lembrando disso. E a banda Depeche Mode realmente faz parte integral e importante da minha vida e da banda Enjoy. Estava ontem no calor de BH a relembrar do primeiro dia em que escutei DM e isso realmente me chamou a atenção.

Devia ser 1991, em uma daquelas festinhas/reuniões que estava rolando lá em casa, em São Bernardo do Campo. Os amigos dos meus pais já tinham comido, bebido, estavam todos satisfeitos já meio sem papo, de saco cheio. As mulheres lá em cima e os homens embaixo com a molecada. Foi quando o kbeça quadrada (meu pai) resolveu pegar uma pilha de cds que tinha pegado emprestado do Klaxon, meu tio. Isso era comum na época. As pessoas vinham da época do vinil. Um tinha uma coleção enorme de vinis raros e caros e os amigos outros. Eles todos se complementavam. Quando o CD entrou em cena, era ainda caro, tanto o aparelho quanto o compact disc. Por isso, ainda se pegava milhões de cds emprestados, compilava o que gostava e gravava em fita cassete. Todos na expectativa e ae começa. Eu acredito que lá no meio tinham cds que depois eu comecei a ouvir com calma e, mais tarde, entender mehor algumas coisas. Meu pai já mais saturado e mesmo eclético demais, ia passando rapidamente pelos álbuns. Aquela coisa de deixar 10 segundos de cada faixa tocar e ir passando pra próxima. E todos que estavam em volta, meio que avaliando o que ouviam rapidamente. Com certeza haviam álbums do Joe Jackson, Carlos Alomar, Human League, House of Love, Killing Joke, XTC, Annie Clarck, Elvis Costelo, Madness, Stranglers e Depeche Mode, entre outros. Imagino isso pelas coletâneas que nasceram depois dessas compilações, mas isto não importa. O que importa é que no meio de um monte de inícios de músicas e capas de discos rolou um cd bege, com uma capa até meio sem graça. A primeira faixa já chamou a atenção. O resto foi passando, até chegar na faixa 6. Começou com uma calota de carro rodando e de repente um bumbo eletrônico forte, uma música tensa e toda estilosa. Era o Music For The Masses, do Depeche Mode e a música era Behind The Wheel. Depois disso já era! Nunca mais fomos os mesmos. Fanatismo por DM, todos os discos, fitas cassetes que quase furaram de tanto tocar, singles caros encomendados, amigos em comum, show em 1994, com a Tour Devotion, a banda Enjoy, agora EnjoyLive e, recentemente, o Dj Binho que mandou uma tattoo nas costas, com os megafones e a frase: Music For The Masses.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s