Going Down to Cuba

E ouvindo este som maravilhoso, de Jackson Browne, faço mais este post aqui no Colosso. É até apropriado, uma música em homenagem à Cuba, num blog que tem por nome o título de um livro de viagens.

Quando escutei esta música pela primeira vez, achei que ela tinha um clima muito bom. Era muito feliz, tudo limpo, saudoso, e continuo achando isso. Só que agora, acho muito melhor do que no começo. Parece uma daquelas músicas de introduções de vinhetas para comerciais bem feitos. Aquele pianinho no começo da música, você consegue ate imaginar um dia ensolarado, num belo café da manhã, antes de fazer os últimos preparativos e, pegar o carro pra viajar. Mas não é só isso. A música é do disco – Time the Conquerer – que é um disco revoltado contra Bush e EUA. Esta música, bela e bem humorada, conta que o interlocutor vai viajar pra Cuba, com os amigos, com a banda, num antigo Chevrolet, com transmissão soviética. O caminho será conduzido pelo luar caribenho e logo eles chegarão ao lugar onde o rítmo nunca acaba. O instrumental e os arranjos da música são perfeitos, com os backs femininos, solinho de guitarr com um pianinho perfeito, ao melhor estilo das músicas caribenhas. A batera está na medida certa e os pratos são muito bem gravados, cristalinos, assim como todo o resto. Vale a pena ouvir isso muitas vezes.

A música me encantou tanto que eu comecei a tentar pintar telas mais uma vez, só pra pintar esta “trip”. Tentei aproveitar minha veia de artista, herdada do vô José mas, mais uma vez, me dei mal. Não tem jeito mesmo. Meu negócio com as artes é papel, caneta, e lápis. Computador também. Como não tenho muita paciência pra nada, esta tentativa durou, na verdade, pouco mais de 15 dias e, desisti de fazer isso pintando. Bom pro DJ Binho, que herdou um monte de coisas pra pintar. E já pintou um carinha legal lá, em pouco tempo.

De qualquer forma, a música continua a tocar no meu fone sem parar. Vou fazer o desenho de Cuba e do Chevrolet de caneta mesmo e colorir no painter. Depois é só imprimir grandão, pra colocar na minha casa nova! Finalmente está ficando pronta.

Jackson Browne, um folk das antigas e muito bom. O disco inteiro é ótimo. Agradecimento especial ao Klaxon, que mais uma vez, sei que ficará mais convencido, deu uma bela dica de som.

até a próxima!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s